Iraque não será usado como plataforma de ataque contra o Irã, diz Allawi

Promessa foi feita durante visita de delegação iraquiana ao país persa

AP

15 de abril de 2010 | 12h31

BAGDÁ - A coalizão política que ganhou a maioria dos assentos nas eleições parlamentares iraquianas no mês passado disse que não deixará que o Iraque seja usado como plataforma de lançamento para qualquer ataque ao Irã.

 

A aliança secular Iraqiya do ex-primeiro-ministro Ayad Allawi fez a promessa nesta quinta-feira, 15, depois que uma delegação visitou em meio a disputas políticas para formar um novo governo. A vista foi amplamente vista como uma tentativa de cortejar os líderes do Irã que possuem laços estreitos com os xiitas iraquianos.

 

O Irã vê a presença das forças americanas no Iraque como uma ameaça, apesar de um acordo de segurança entre os governos do Iraque e dos EUA barrem o uso do território iraquiano para ataques.

Iraqiya quase ganhou a maioria dos assentos do parlamento nas eleições do dia 7 de março, com o impulso crucial dos sunitas.

Tudo o que sabemos sobre:
Irã, IraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.