Israel aprova de referendo sobre cessão de terras ocupadas

Decisão por Jerusalém Oriental e Colinas de Golan passarão por voto popular se lei passar nas sessões restantes

Associated Press,

09 de dezembro de 2009 | 16h37

O Parlamento de Israel aprovou nesta quarta-feira, 9, em forma preliminar, um projeto legislativo que ordena um referendo nacional sobre eventuais acordos de paz que cedam o controle das regiões de Jerusalém Oriental e dos Altos de Golan.

 

Se promulgada, a lei poderia restringir a capacidade de futuros governos israelenses para entregar terras capturadas como parte dos acordos de paz.

 

Os palestinos desejam Jerusalém Oriental como a capital de seu futuro Estado, enquanto a Síria exige a devolução das Colinas de Golan em qualquer acordo de paz com Israel. Ambas as áreas foram capturadas pelo Estado Judeu na Guerra dos Seis Dias, em 1967, e posteriormente foram anexadas ao território israelense.

 

A iniciativa, que passou no Parlamento com 68 votos a favor e 22 contra, deve passar por mais duas sessões de votação antes de se converter em lei.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.