Israel autoriza entrada de materiais de construção em Gaza

Segundo acordo definido com a ONU, produtos serão entregues por organizações de ajuda, não pelo Hamas

Efe,

29 de julho de 2009 | 14h26

Israel aprovou um plano para permitir a entrada de materiais de construção pela primeira vez na Faixa de Gaza desde a ofensiva militar israelense realizada entre dezembro do ano passado e janeiro na Faixa palestina.

 

Um relatório divulgado nesta quarta-feira, 29, pela imprensa local indicou que o contingente estará integrado por centenas de toneladas de cimento e elementos metálicos para facilitar a reconstrução dos edifícios que ficaram danificados ou destruídos pela ofensiva militar.

 

A entrada desse material faz parte de um acordo fechado recentemente entre o governo israelense e o enviado das Nações Unidas para o Oriente Médio, Robert Serry, para desenvolver projetos de reconstrução em Gaza. Os termos do acordo impedem que os materiais sejam entregues ao Executivo islâmico do Hamas que governa na Faixa. Por isso, a distribuição ficará a cargo das organizações de ajuda que operam no território palestino.

 

Mais de 1.400 pessoas morreram e cinco mil ficaram feridas durante a ofensiva israelense em Gaza, segundo porta-vozes dos serviços hospitalares locais.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.