Israel autoriza Jordânia a entregar mil fuzis às forças de Abbas

'Pequenos gestos' são ponto de partida para acordo entre a ANP e Israel, diz líder de milícia do Fatah

Efe,

26 Julho 2007 | 07h41

O governo israelense autorizou a transferência de mil fuzis da Jordânia para a Autoridade Nacional Palestina (ANP) na Cisjordânia, onde as forças de segurança leais ao presidente Mahmoud Abbas receberam o armamento, revela nesta quinta-feira, 26, o jornal israelense Ha'aretz.   Segundo a edição em inglês do jornal, as armas foram entregues há três semanas de forma secreta, para evitar que o fato afetasse a estabilidade de Abbas. O presidente criou um governo de emergência na Cisjordânia em 17 de junho, depois de o Hamas tomar o controle da Faixa de Gaza.   "Pequenos gestos" como este são o ponto de partida para avanços mais significativos entre a ANP e Israel, disse Hussein al-Sheik, líder da milícia Tanzim, ligada ao Fatah.   Sheik foi encarregado recentemente por Abbas de cuidar da Administração e Coordenação de Assuntos Civis de Gaza e Cisjordânia com Israel. Seu escritório tramita permissões de palestinos que querem entrar em Israel ou precisam de tratamento médico, assim como assuntos relacionados com água e eletricidade.   O jornal israelense lembrou que no início de 2006, centenas de fuzis vindos do exterior foram entregues às forças de segurança do Fatah na Cisjordânia e Gaza. Mas as armas caíram nas mãos do Hamas, quando o movimento tomou o controle da faixa, em junho deste ano.

Mais conteúdo sobre:
AbbasIsraelJordâniaarmasFatah

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.