Israel bloqueia passagem entre Gaza e o Egito

Com o fechamento, suprimentos para 1,4 milhão de pessoas só terão uma única passagem liberada

Efe, Agencia Estado

27 Junho 2007 | 14h44

Israel fechou por dois dias a passagem de Kerem Shalom, entre a Faixa de Gaza e o Egito, após ter encontrado uma bomba, informaram nesta quarta-feira, 27, fontes militares.Devido a esta medida, toneladas de alimentos e remédios entraram na terça-feira em Gaza pelo cruzamento de Sufa - a única passagem que continua aberta -, segundo fontes miliares. Estes alimentos estão destinados a abastecer nas próximas horas os cerca de 1,4 milhão de palestinos que vivem no território.O cruzamento de Karni, ponto de saída das exportações palestinas e o principal lugar de ingresso de mercadorias para os habitantes da Faixa de Gaza, continua fechado após um ataque cometido por milicianos palestinos no domingo que não deixou vítimas."Encontraremos uma forma de entrar com bens através de um ponto diferente de Karni", afirmou uma fonte militar israelense ao jornal Haaretz.O militar acrescentou que o cruzamento de Sufa está funcionando, mas não se sabe por quanto tempo ficará aberto, devido às ameaças de milicianos palestinos de cometer atentados contra o posto.A passagem se tornou a única alternativa para a entrada de produtos básicos e mercadorias no território.Várias organizações internacionais expressaram sua preocupação com um possível fechamento do cruzamento de Sufa, o que poderia isolar a faixa e provocar uma crise humanitária por causa da escassez de alimentos e remédios.Nos últimos meses ocorreram vários ataques e confrontos na passagem de Karni, que foi fechada em várias ocasiões. Uma delas ocorreu no dia 15 de maio, quando oito milicianos palestinos morreram quando tentavam atacar o posto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.