Mohamad Torokman/Reuters
Mohamad Torokman/Reuters

Israel detém dirigente de braço armado do Hamas em Ramallah

Maher Uda é um dis líderes de milícia acusada de matar 70 israelenses em ataques durante Segundda Intifada

Efe,

14 de março de 2010 | 11h45

Um dirigente do braço armado do Hamas suspeito de ter participado da organização de atentados suicidas em Israel, Maher Uda, foi detido pelas forças de segurança israelenses na cidade de Ramallah, na Cisjordânia, informou neste domingo, 14, o Exército israelense.

 

Veja também:

linkIsrael amplia fechamento da Cisjordânia até terça-feira

 

Uda, nascido em 1963, foi um dos membros fundadores do Hamas e de seu braço armado na Cisjordânia. Ele é considerado um dos líderes em das Brigadas de Izz ad-Din al-Qassam, a milícia do movimento islamita Hamas, indicou o Exército em comunicado. O grupo matou mais de 70 israelenses em diversos ataques durante a Segunda Intifada, iniciada em setembro de 2000, acrescentou a nota.

 

Uda tinha sido detido em 1998 pelas forças de segurança da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e libertado pouco depois, segundo o Exército israelense.

 

A detenção desta madrugada, efetuada em cooperação entre o Exército, a Polícia e os serviços secretos no Interior, põe fim a uma busca iniciada nos anos 90 pelas forças de segurança israelenses. Com a detenção, Israel considera desmantelada a organização em Ramallah do braço armado do Hamas.

Tudo o que sabemos sobre:
UdaHamasIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.