Israel detém pelo menos 64 palestinos na Cisjordânia e em Gaza

Fontes militares israelenses confirmam que todos eles serão interrogados pelos serviços de inteligência do país

Efe,

29 de abril de 2008 | 06h34

Soldados do Exército de Israel detiveram 24 palestinos na Cisjordânia na madrugada passada e pelo menos outros 40 na Faixa de Gaza na segunda-feira, informaram nesta terça-feira, 29, fontes de segurança palestinas. Veja também:Milícias disparam foguetes contra Israel após morte de famíliaPalestina e 4 filhos morrem em explosão Nove dos detidos foram presos pelas forças israelenses na cidade de Nablus, na Cisjordânia, pouco após a meia-noite (hora local). Em outra incursão na cidade cisjordaniana de Hebron, pelo menos um jovem de 17 anos foi detido em sua própria casa, acrescentaram as fontes. Outros três palestinos foram detidos em Tulkarem, dois em Kalkilia e nove na região de Belém, segundo a imprensa israelense. Fontes militares israelenses confirmaram que todos eles serão interrogados pelos serviços de inteligência do país. No norte da Faixa de Gaza, onde o Exército israelense opera desde a manhã da segunda-feira, pelo menos 40 palestinos foram detidos e transferidos ao território israelense para ser interrogados, segundo a imprensa local. Sete palestinos morreram na segunda-feira durante a incursão israelense no norte da faixa mediterrânea, que teve como foco o povoado de Beit Hanoun, onde perderam a vida uma mãe e quatro de seus filhos, com idades entre um e sete anos. Durante a manhã desta terça-feira, as milícias palestinas dispararam mais de 10 foguetes da Faixa de Gaza contra o território israelense, sem deixar feridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.