Israel devolverá barcos detidos da frota humanitária turca

Embarcações foram abordadas e detidas por soldados israelenses no fim de maio

estadão.com.br

23 de julho de 2010 | 11h09

JERUSALÉM - Israel decidiu soltar os três barcos turcos detidos no dia 31 de maio, quando tentaram furar o bloqueio marítimo imposto a Gaza e levar ajuda humanitária ao território palestinos, informa nesta sexta-feira, 23, o jornal israelense Ha'aretz.

 

Veja também:

linkIsrael pede o fim das frotas de ajuda

lista Veja as novas regras do bloqueio de Gaza

 

Na ocasião, os navios foram abordados pela tropas israelense. O episódio deixou nove ativistas turcos mortos e causou revolta na comunidade internacional, principalmente entre os países islâmicos e árabes. O caso também fez com que as atenções fossem voltadas para o bloqueio do Estado judeu ao território palestino, posteriormente revisto.

 

Os barcos foram levados para portos israelenses de Ashdod e Haifa e estão parados desde então. A embaixada turca pediu a devolução das embarcações ao Ministério do Exterior de Israel pelos meios oficiais diversas vezes, o que finalmente foi atendido pelas autoridades.

 

O Ministério da Defesa coordenará, junto de uma delegação turca, a devolução dos barcos. As autoridades informaram que uma nova frota sob a bandeira da Turquia buscará as embarcações e fará a escolta no caminho de volta.

 

As relações entre Israel e Turquia, antes aliados próximos, se estremeceram após o episódio. Os turcos exigem um pedido de desculpas e a compensação financeira às famílias das vítimas. Israel, porém, se nega a ambas as condições, já que alega que seus soldados agiram da maneira correta e em defesa própria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.