Israel diz a palestinos: desistam do Hamas e de pedido na ONU

O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, ao detalhar sua visão para a paz nesta terça-feira, pediu à liderança palestina que se afaste do grupo islâmico Hamas e abandone os esforços para tentar conquistar unilateralmente o reconhecimento de um Estado na Organização das Nações Unidas (ONU).

REUTERS

24 de maio de 2011 | 13h45

"Eu digo ao presidente Abbas: 'Rasgue seu pacto com o Hamas e sente para negociar, faça paz com o Estado judaico", disse Netanyahu ao Congresso norte-americano, referindo-se ao recente acordo de compartilhamento de poder entre as facções Hamas e Fatah, esta do presidente palestino Mahmoud Abbas.

"A tentativa palestina de impor um acordo através das Nações Unidas não trará a paz. Deveria ser contestada por todos aqueles que querem ver um fim ao conflito", acrescentou Netanyahu.

"A paz não pode ser imposta, deve ser negociada."

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDNETANYAHUHAMAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.