Hatem Moussa/AP
Hatem Moussa/AP

Israel e militantes de Gaza concordam com cessar-fogo

Pelo menos 26 palestinos morreram em ataques aéreos israelenses na última semana

REUTERS

26 de agosto de 2011 | 10h42

GAZA - Israel e militantes da Jihad Islâmica concordaram com um cessar-fogo nesta sexta-feira, 26, após dias de violência na fronteira, informou uma autoridade palestina.

Oito palestinos, incluindo um comandante local da Jihad em Gaza, morreram desde que uma trégua foi anunciada na segunda-feira, elevando para 26 o número de palestinos mortos em ataques aéreos israelenses na última semana.

Um homem israelense também foi morto em ataques com foguetes lançados por militantes de Gaza desde o final de semana.

O palestino, que falou sob condição de anonimato, informou que Israel e o grupo Jihad Islâmico disseram ao Egito que vão respeitar a trégua mediada pelo Egito e pelas Nações Unidas, anunciada na segunda.

Um comunicado emitido na madrugada por Taher al-Nono, porta-voz do governo Hamas em Gaza, disse que seu governo manteve negociações com o Egito e a ONU para pressionar Israel a parar com os ataques e pediu que as facções parassem de lançar foguetes em Israel.

Segundo uma porta-voz do Exército israelense, nenhum foguete foi atirado de Gaza desde quinta-feira.

A escalada da violência começou em 18 de agosto quando homens armados, que segundo Israel teriam se infiltrado a partir de Gaza, via deserto do Sinai, mataram oito israelenses em uma estrada na fronteira. Sete dos agressores foram mortos por forças de Israel e o Egito disse que cinco de seus homens morreram no fogo cruzado.

 

O governo de Israel e a o Hamas anunciaram na última segunda-feira, 22, a retomada do cessar-fogo entre as partes, após dias de bombardeio na fronteira entre seus territórios.

 

Israel e os militantes do Hamas mantêm uma trégua informal nos últimos dois anos. Diferente do laico Fatah, que controla da Cisjordânia, o Hamas não reconhece a existência de Israel. Em 2009, as duas partes se enfrentaram em um conflito intenso, com seguidos bombardeios isralenses a Gaza.

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDGAZACESSARFOGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.