Israel faz incursão em Gaza e mata militante palestino

Força aérea lança quatro bombardeios e atinge casa em que insurgente armado estava refugiado

Agência Estado e Associated Press,

07 de maio de 2008 | 13h47

Tanques israelenses entraram na manhã desta quarta-feira, 7, na Faixa de Gaza enquanto aviões de guerra atacavam a região. Um militante palestino foi morto e 14 pessoas ficaram feridas, disseram testemunhas e funcionários dos serviços de saúde locais.   Testemunhas palestinas afirmaram que cerca de 25 tanques e retroescavadeiras blindadas entraram em Abassan, uma área a leste de Khan Younis, onde os militares enfrentaram os insurgentes. A força aérea israelense realizou pelo menos quatro bombardeios, inclusive um que atingiu um grupo de palestinos que utilizava uma casa abandonada para se esconder, relataram as testemunhas. Um homem armado, membro da Jihad Islâmica, foi morto e outro membro do grupo, ferido, segundo o médico Moaiya Hassanain, funcionário do Ministério da Saúde palestino.   Um ataque anterior atingiu seis membros do grupo Hamas, que controla a Faixa de Gaza. Três deles estão em estado grave, afirmou Hassanain. O Exército israelense informou ter realizado dois ataques aéreos contra homens armados que estavam perto de suas tropas. Sete outros palestinos, inclusive um civil, foram feridos em outros dois ataques aéreos, segundo funcionários do sistema de saúde.   Israel realiza com freqüência incursões e ataques aéreos na Faixa de Gaza, para prevenir que militantes palestinos lancem foguetes em cidades do sul israelense. Israel impôs um bloqueio em Gaza, para pressionar o Hamas, que consideram responsável pelos ataques.   Após meses de confrontos, o Egito busca mediar um cessar-fogo entre Israel e o Hamas. O grupo palestino pede o fim do bloqueio, que causou problemas no abastecimento de alimentos e combustíveis, e a reabertura das fronteiras da Faixa de Gaza. Israel quer o fim dos ataques com foguetes e a libertação de um soldado israelense capturado por militantes palestinos há dois anos.   Enquanto Israel combate o Hamas em Gaza, busca um acordo de paz com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas. O partido de Abbas, o Fatah, controla a Cisjordânia. O Fatah foi expulso pelo Hamas à força da Faixa de Gaza, em junho do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelpalestinosGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.