Israel fecha acesso a jornalistas nos arredores de Gaza

Israel determinou a saída de jornalistas de áreas adjacentes à fronteira da Faixa de Gaza, nesta segunda-feira, e declarou "zona militar fechada", no terceiro dia de ofensiva militar contra a região controlada pelo Hamas.   Veja também:Israel ataca de novo e prepara invasão de Gaza; total de mortos vai a 307 Ministro israelense defende 'guerra sem trégua' Líder do Hamas está disposto a assinar cessar-fogo em Gaza Palestinos suspendem negociação de paz durante incursão Grupo iraniano registra voluntários para lutar contra Israel Obama acompanha ataques, mas não se pronuncia Conheça a história do conflito entre Israel e palestinosItamaraty condena 'reação desproporcional' de Israel Um porta-voz militar israelense mencionou o risco de retaliação palestina decorrente dessa medida, que abrange uma área de 2 a 4 quilômetros a partir de Gaza. A decisão de deixar a imprensa internacional fora de certos pontos poderia ajudar Israel a manter um elemento surpresa em caso de uma operação por terra. Geralmente, essas medidas destinam-se a civis que não vivem nas áreas fechadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.