Israel lança novo satélite para vigiar programa nuclear iraniano

Em duas semanas imagens do aparelho começarão a ser analisadas; Irã diz que seu programa tem fins pacíficos

Agência Estado e Associated Press,

21 de janeiro de 2008 | 14h33

Autoridades da defesa israelense anunciaram que o governo lançou nesta segunda-feira, 21, um sofisticado satélite espião para vigiar eventos no Irã. O Tecsar é um satélite que possibilita a observação do país mesmo durante a noite ou com tempo encoberto, e poderá vigiar o programa nuclear iraniano.   O aparelho pesa cerca de 300 quilos e foi desenvolvido pelas Indústrias Aeroespaciais de Israel (IAI), segundo o jornal israelense Haaretz. Seu sistema especial de radares permitem uma visão muito maior do que os satélites Ofek, outros satélites de vigilância do país que usam câmeras, de acordo com um oficial que pediu anonimato. O lançamento do aparelho foi confirmado num comunicado oficial. "O Tecsar é o primeiro satélite desse tipo desenvolvido em Israel, e está entre os mais avançados sistemas espaciais do mundo", diz o documento. Segundo Estados Unidos e Israel, o programa nuclear do Irã visa a produção de armas nucleares.   Israel apóia os esforços americanos para que a comunidade internacional aprofunde sanções contra Teerã por seu programa nuclear. Em defesa, o Irã afirma que seu programa tem fins pacíficos, visando exclusivamente a geração de eletricidade. Especialistas israelenses e indianos cooperaram no lançamento do satélite por um foguete indiano a partir do sudeste da Índia, informou a IAI. Em duas semanas imagens do aparelho começarão a ser analisadas.  

Tudo o que sabemos sobre:
programa nuclear Irã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.