Israel 'não é ninguém' para ameaçar o Irã, diz Ahmadinejad

Presidente iraniano afirma estar disposto a administrar desarmamento; israelenses haviam ameaçado ataque

Efe,

08 de abril de 2009 | 18h26

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou nesta quarta-feira, 8, que Israel "não é ninguém" para ameaçar o Irã e acrescentou que seu país "está disposto a administrar de forma correta a execução do desarmamento nuclear no mundo". Segundo a agência iraniana "Mehr", Ahmadinejad deu esta declaração em Ispahan, na região central durante uma reunião com um grupo dos parentes dos veteranos da guerra contra o Iraque (1980-1988).

 

Veja também:

linkIrã dá boas-vindas ao diálogo 'honesto' com Obama

 

O presidente iraniano disse ainda que, nos últimos anos, os países do Ocidente ameaçaram militarmente o Irã, caso ele não cumprisse as opções oferecidas, e que, no entanto, está postura fez com que o "povo iraniano" ficasse mais forte que antes. "Eu havia anunciado aos Estados Unidos que Israel não é ninguém para ameaçar o Irã", acrescentou Ahmadinejad, recebendo o respaldo dos presentes que gritaram "morte aos EUA!" e "El Basiy (milícia pró-Governo) não se cansa!".

 

Israel ameaçou em diferentes ocasiões bombardear as instalações nucleares do Irã se os países ocidentais não conseguirem convencer Teerã a suspender sua atividade de enriquecimento de urânio.

 

Os países ocidentais, especialmente os EUA, acusam o Irã de ter finalidades militares em seu programa nuclear, enquanto as autoridades iranianas rejeitam esta acusação e afirmam que seu programa de enriquecimento de urânio tem fins exclusivamente civis.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.