Israel permite passagem de 300 palestinos que deixam Líbia

Israel permitirá que 300 palestinos na Líbia entrem nos territórios palestinos nos próximos dias, disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, na quarta-feira.

REUTERS

23 de fevereiro de 2011 | 16h10

"Por causa da atual violência na Líbia recebi um pedido pessoal do presidente (palestino) (Mahmoud) Abbas ... que Israel permita que um número de palestinos de saída da Líbia entre em áreas palestinas", afirmou Netanyahu.

O primeiro-ministro acrescentou que a decisão foi tomada como um gesto humanitário porque os palestinos estão sob ameaça.

A Líbia está mergulhada numa crise política. Manifestantes pedem a saída do líder Muammar Gaddafi do governo e têm sido reprimidos com violência.

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDLIBIAPALESTINOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.