Israel promete 'resposta poderosa' a ataques de palestinos

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu neste domingo dar uma "resposta imediata e poderosa" a qualquer foguete disparado contra seu país desde a Faixa de Gaza, após dias de crescente tensão na fronteira com o território palestino governado pelo Hamas.

ALLYN FISHER-ILAN, REUTERS

10 de janeiro de 2010 | 14h09

Médicos de Gaza disseram que dois palestinos morreram neste domingo no norte da Faixa de Gaza depois de disparos provenientes de Israel, mas os agentes do resgate não encontraram vestígios na região em que as explosões foram sentidas.

Um porta-voz do Exército israelense negou que tropas militares tivessem operado na região.

Netanyahu disse em uma reunião semanal de seu gabinete que 20 morteiros e foguetes haviam sido disparados na semana passada contra Israel desde o território administrado pelo Hamas.

"A política do governo (israelense) é clara: qualquer disparo em direção a nosso território receberá uma resposta imediata e poderosa", disse o líder israelense.

A violência aumentou na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza no último mês, o que poderia complicar ainda mais a diplomacia apoiada pelos Estados Unidos na região.

(Reportagem adicional de Nidal al-Mughrabi)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDISRAELRESPOSTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.