Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Israel reduz a um quarto fornecimento de combustível a Gaza

Medida é sanção do governo israelense; em nota, União dos Postos rejeitaráo fornecimento em protesto

Efe,

02 de dezembro de 2007 | 17h43

Israel reduziu a uma quarta parte do habitual o fornecimento de combustível à Faixa de Gaza, informaram neste domingo, 2, fontes palestinas. Desde que o governo do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, decidiu aplicar sanções ao território palestino, o fluxo de combustível foi caindo, até chegar esta semana a um quarto do que habitualmente recebia. Segundo a união local de postos de gasolina, Gaza precisa de 350.000 litros de gasóleo ao dia, mas Israel só está autorizando a entrada de 90.000. Pior ainda é a situação no caso da gasolina - cuja demanda é de 120.000 litros diários e só são recebidos 20.000 - e do gás. Em nota de imprensa, a União de Postos de gasolina informa que decidiu rejeitar o fornecimento israelense em sinal de protesto pelos cortes. "A redução é injustificável e irresponsável, afeta todas as atividades da vida cotidiana, particularmente sobre os sistemas de saúde e educação", diz a nota.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.