Israel retoma fornecimento de combustível para Faixa de Gaza

Governo libera abastecimento de diesel industrial e gás de cozinha após sanções por ataque palestino

Efe,

16 de abril de 2008 | 11h41

Israel retomou nesta quarta-feira, 16, pela primeira vez em sete dias, o abastecimento de combustíveis à Faixa de Gaza, mas, por enquanto, só diesel para uso industrial e gás de cozinha, informaram fontes de segurança israelenses. O governo o fornecimento de combustíveis na quarta-feira passada, após um ataque palestino ao terminal de Nahal Oz no qual dois israelenses morreram. "Esta tarde, começou a fluir o combustível pela estação de Nahal Oz, de acordo com as instruções do ministro da Defesa" israelense, Ehud Barak , disseram as fontes, que não informaram as quantidades que foram transferidas até agora. "Só esta noite teremos uma idéia do combustível entregue", acrescentou o porta-voz. Mahmoud al-Khuzundar, subdiretor da Federação de Postos de Gasolina em Gaza, confirmou que quatro caminhões com diesel e outros quatro com gás de cozinha transferiram combustível aos depósitos no território palestino, mas depois o processo parou. Barak ordenou na segunda-feira transferir 2,2 milhões de litros semanais para que a central elétrica da Faixa de Gaza continue em funcionamento. Também será transferido, em quantidades menores, gás de cozinha, mas não combustível de uso privado para locomoção. A situação nos postos de gasolina é de completa escassez. A maioria dos motoristas tem que deixar seus carros estacionados devido à recusa de Israel em vender gasolina.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.