Israel testa com sucesso novo sistema antimísseis

Defesa, chamada Iron Dome, foi desenvolvida para deter foguetes palestinos; projeto custou 140 mi de euros

Efe,

26 de março de 2009 | 17h40

O Ministério da Defesa de Israel anunciou nesta quinta-feira, 26, que testou com sucesso o novo sistema antimísseis Iron Dome, que espera implementar no próximo ano. O teste consistiu em interceptar uma série de foguetes e mísseis inimigos.

 

Veja também:

linkIsrael nega que uso de fósforo branco é crime de guerra

 

Nos próximos quatro meses, o Exército pretende estabelecer um batalhão na divisão antiaérea que opere com o Iron Dome, que Israel começou a desenvolver em 2007 para enfrentar a ameaça de foguetes em poder das milícias palestinas.

 

O projeto, com um orçamento de mais de 800 milhões de shekels (140 milhões de euros), nasceu da falta de capacidade de Israel de se defender dos centenas de foguetes lançados pelo Hezbollah durante o confronto de 2006.

 

O sistema protegerá 95% dos moradores nas localidades vizinhas à Faixa de Gaza, alvo dos foguetes lançados pelas milícias palestinas. O Iron Dome faz parte de uma estratégia israelense muito mais ampla que busca neutralizar qualquer ameaça de foguetes, desde os de curto alcance disparados de Gaza aos balísticos em poder da Síria e do Irã.

Tudo o que sabemos sobre:
Israel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.