Israel vai retirar tropas de vila na fronteira libanesa

O governo israelense aprovou nesta quarta-feira um plano de retirada de topas de parte de um vilarejo na fronteira libanesa que é motivo de tensão com o grupo guerrilheiro Hezbollah e a Síria.

REUTERS

17 de novembro de 2010 | 09h27

Os 15 integrantes do gabinete de segurança do governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu aprovaram a remoção de militares do norte da vila de Ghajar, mas não fixaram uma data, informaram autoridades israelenses. Isso dependerá de conversações com a força de paz da ONU no Líbano, disseram.

(Por Dan Williams)

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELTROPASLIBANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.