Jornalistas estrangeiros deixam hotel em Trípoli

Todos os jornalistas ocidentais deixaram nesta quarta-feira o Hotel Rixos, em Trípoli, onde estavam confinados havia dias por seguidores armados do líder líbio, Muammar Gaddafi, disse um repórter da Reuters que estava no local.

REUTERS

24 de agosto de 2011 | 12h33

Os jornalistas disseram que representantes do Comitê Internacional da Cruz Vermelha foram até o hotel e conseguiram resolver o problema, além de providenciar o transporte para sua saída.

Ainda nesta quarta-feira, a filha de Gaddafi, Aysha, declarou à TV Al-Orouba, de partidários do regime, que os líbios deveriam se unir contra a interferência estrangeira da Otan.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAJORNALISTASLIVRES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.