Kadafi pede a seguidores que se preparem para libertar cidades rebeldes

Em mensagem pela televisão, ditador prevê que o fim dos dias da OTAN na Líbia está próximo

Efe,

15 de agosto de 2011 | 03h46

ARGEL - O ditador líbio, Muammar Kadafi, disse nesta segunda-feira, 15, que o fim do "colonizador" (a Otan) está próximo e chamou seus seguidores para se prepararem para libertar as cidades e vilas tomadas pelos rebeldes.

 

Veja também:

especialLinha do Tempo: 40 anos da ditadura na Líbia

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia 

 

Em mensagem pela televisão em cadeia oficial, o ditador qualificou mais uma vez os insurgentes de "ratos" e previu que o fim dos dias da Aliança Atlântica no país norte-africano estão próximos.

 

Chamou seus partidários a libertar as cidades tomadas pelos inimigos de seu regime, quando os insurgentes dizem que vão avançar rumo a Trípoli, a capital do país norte-africano, e que tomam todas as localidades que encontram no caminho.

 

Segundo as últimas informações provenientes da frente de batalha, os rebeldes tomaram o controle da cidade de Zawiyah, a cerca de 50 quilômetros de Trípoli, Taourga e parte do estratégico porto de Brega, vital para as comunicações e o abastecimento de combustíveis dos insurgentes em seu avanço em direção à capital do país.

Tudo o que sabemos sobre:
kadafilíbiarebeldes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.