Kouchner pede a Abbas que não abandone presidência palestina

A França tem buscado usar seus contatos na região para recolocar o processo de paz em andamento

AE-AP e BBC,

10 Novembro 2009 | 09h02

O ministro das Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner, pediu nesta terça-feira ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmud Abbas, que não desista do cargo.

 

Veja também:

link Presidente de Israel visita Brasil de olho em 'presença negativa do Irã'

 

Kouchner, que em poucos dias visitará Israel e os territórios ocupados palestinos, declarou que, "antes de tudo, o presidente palestino não deve renunciar".

 

Abbas anunciou na semana passada que não concorreria a um novo mandato à frente da ANP nas eleições convocadas para janeiro por causa da dificuldade para recolocar nos trilhos o processo de paz entre palestinos e israelenses.

 

O chanceler francês afirmou hoje à rádio France-Inter que viajará ao Oriente Médio "nos próximos dias" para conversar com Abbas e outros líderes regionais.

 

A França tem buscado usar seus contatos na região para recolocar o processo de paz em andamento. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Síria, Bashar Assad, visitarão em Paris esta semana.

 

Brasil

 

O presidente de Israel, Shimon Peres, chega nesta terça-feira, 10, ao Brasil para uma visita oficial de cinco dias que tem como objetivo fortalecer as relações bilaterais em um momento em que países como o Irã aumentam sua influência na América Latina.

 

A visita de Peres ao Brasil também ocorre a poucos dias da chegada do presidente palestino, Mahmoud Abbas, prevista para a próxima semana.  Segundo o embaixador de Israel no Brasil, as negociações de paz entre israelenses e palestinos devem ser discutidas no encontro entre Peres e Lula.

Mais conteúdo sobre:
Bernard Kouchner Mahmud Abbas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.