REUTERS
REUTERS

Líbano inicia ofensiva para retirar militantes do Estado Islâmico

Exército deve atuar na fronteira com a Síria, enquanto o governo sírio e o grupo Hezbollah fazem campanha do outro lado da divisa

Associated Press, O Estado de S.Paulo

19 Agosto 2017 | 01h57

BEIRUTE - O Exército do Líbano, apoiado pelos Estados Unidos, anunciou neste sábado, 19, que deu início a uma ofensiva para eliminar militantes do Estado Islâmico da fronteira com a Síria.

O anúncio veio quase simultaneamente aos comunicados do grupo Hezbollah e do Exército da Síria, que também tentam retirar membros do EI do lado sírio da divisa, na região montanhosa de Qalamoun.

Esperada há muito tempo, a campanha militar vai envolver a cooperação entre os dois lados, embora as autoridades libaneasas insistam que não têm parceria com o governo de Bashar Assad.

O anúncio foi feito pelo comandante militar do Líbano, Joseph Aoun, através de redes sociais. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.