Líbia diz que norte-americanos foram presos por não parar em posto de controle

A Líbia defendeu neste sábado a breve prisão de quatro funcionários do Exército dos Estados Unidos, dizendo que o comboio deles não parou em um posto de controle e que estavam carregando armas.

Reuters

28 de dezembro de 2013 | 15h45

Autoridades dos EUA disseram mais cedo que o governo líbio deteve os homens por várias horas antes que fossem soltos.

No primeiro comentário líbio, autoridades da polícia e das forças armadas disseram à Reuters que forças de segurança haviam parado três carros em um posto de controle perto de al-Ajailat, no oeste da Líbia.

Os policiais notaram dois norte-americanos armados sentados no primeiro carro, disse a polícia. Quando os policiais perguntaram a eles sobre as armas, os outros dois carros foram embora e um causou um acidente de trânsito antes de a polícia chegar. O terceiro carro desapareceu.

Quando a identidade dos homens foi descoberta, os quatro norte-americanos detidos foram enviados a Trípoli, disseram autoridades locais.

(Reportagem de Reuters TV; texto de Ulf Laessing)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAEUADETIDOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.