Líbias enfrenta eleições locais que colocam muito em jogo

Eleitores líbios foram às urnas neste sábado para eleger conselheiros municipais em 15 cidades, incluindo Bengazi, a segunda maior cidade do país, que está buscando uma maior autonomia para a região litoral leste.

Reuters

19 de abril de 2014 | 16h43

Com mais 41 municípios previstos para votar nas próximas três semanas, as eleições representam um desafio organizacional e de segurança para um país ainda dilacerado por lutas entre facções, quase três anos depois da guerra civil que derrubou o governante veterano Muammar Gaddafi.

Bengazi até agora só tinha um conselho provisório com financiamento fragmentada do governo central, mas a eleição pode abrir caminho para mais recursos e potencialmente melhorar a relação da cidade com Trípoli.

Os resultados do pleito, onde 74 candidatos estão disputando nove lugares, são esperados para terça-feira. Milícias na Líbia tornaram-se cada vez mais poderosas e violentas.

No início deste mês o primeiro-ministro interino demitiu-se depois de apenas um mês no cargo, dizendo que homens armados tentaram atacar sua família.

Em cidades do leste da Líbia, cerca de 200 pessoas foram mortas desde o início de 2013, segundo ativistas e oficiais do exército local.

(Reportagem de Julia Payne)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAELEICOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.