Líder do Hezbollah faz novas ameaças contra Israel

Xeque Hassan Nasrallah diz que grupo possui um arsenal de foguetes que poderiam atingir Tel-Aviv

Agência Estado e Associated Press,

23 Julho 2007 | 20h01

O xeque Hassan Nasrallah, líder do grupo islâmico Hezbollah, disse nesta segunda-feira, 23, em entrevista à rede de televisão Al-Jazira, que seu grupo possui um arsenal de foguetes que poderiam atingir "cada esquina" do Estado de Israel, inclusive Tel-Aviv.   A entrevista, prevista para ir ao ar na noite desta segunda, marca o primeiro aniversário da guerra de um mês travada no ano passado entre o exército de Israel e os guerrilheiros do Hezbollah.   O Sheik Hassan Nasrallah afirmou que a campanha israelense não teve êxito no objetivo de desmantelar a capacidade bélica do Hezbollah. No conflito, que durou exatos 34 dias, a guerrilha lançou cerca de 4 mil foguetes contra o norte de Israel, muitos deles de médio alcance que pela primeira vez atingiram Haifa, terceira maior cidade israelense.   A guerra começou no dia 12 de julho de 2006, depois que os guerrilheiros do Hezbollah cruzaram a fronteira do Estado hebreu, matando três soldados israelenses e seqüestrando outros dois - que ainda estão em cativeiro.   Israel então invadiu o sul do Líbano e deflagrou intensos bombardeios contra o país, destruindo suas principais estradas, pontes e infra-estrutura. Mais de mil libaneses foram mortos no conflito - a maioria deles civis. Do lado israelense, 158 morreram.

Mais conteúdo sobre:
IsraelLíbanoHezbollah

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.