Líder palestino diz que quer se reconciliar com Hamas

Para Mahmoud Abbas, presidente da ANP, acordo com rivais permitirá realização das eleições

Agência Estado e Associated Press,

07 de dezembro de 2009 | 14h30

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse nesta segunda-feira, 7, que está "interessado" em uma reconciliação com os militantes rivais do Hamas, para que os palestinos possam realizar eleições até junho de 2010. Abbas disse que está pronto para seguir adiante com a votação "a qualquer momento que o Hamas" concordar com o acordo. O pronunciamento ocorreu após conversa com o presidente libanês, Michel Suleiman.

A facção de Abbas e o Hamas têm tido desavenças desde que o grupo militante assumiu o controle total de Gaza, em junho de 2007. A ação dividiu a região e deixou o Fatah com o controle apenas da Cisjordânia.

O Egito vem tentando intermediar um acordo de reconciliação entre os dois lados, que incluiria eleições presidenciais e legislativas no próximo ano. O Hamas rejeitou o acordo em outubro, exigindo que fosse ajustado para constar que os palestinos poderiam continuar combatendo Israel.

Tudo o que sabemos sobre:
PalestinaMahmoud AbbasFatahHamasAbbas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.