Líder palestino mantém suspensão das negociações com Israel

'Peço que parem com a agressão para que criemos ambiente necessário para negociar', diz Mahmud Abbas

Agências internacionais,

04 de março de 2008 | 12h00

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmud Abbas, afirmou nesta terça-feira, 4, que "a paz e as negociações são nossa escolha estratégica". Contudo, Abbas manteve suspenso o processo de paz com Israel.  Veja também:Rice diz que ofensiva israelense em Gaza é 'legítima defesa' Abbas suspendeu a participação palestina no processo de paz em meio a uma ampla ofensiva militar israelense contra a Faixa de Gaza durante a qual mais de 120 pessoas morreram, civis em sua maioria. "Peço ao governo israelense que pare com a agressão para que criemos o ambiente necessário para que as negociações tenham sucesso, tanto para nós e como para eles, e assim nós alcançaremos a paz ainda em 2008", declarou Abbas, referindo-se à meta anunciada no fim do ano passado em uma conferência patrocinada pelos Estados Unidos. Abbas fez o comentário durante uma entrevista coletiva conjunta concedida ao lado da secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice, que seguiu do Cairo para Ramallah nesta terça. Rice declarou que ainda acredita ser possível a assinatura neste ano de um acordo de paz entre Israel e os palestinos e conclamou os dois lados a retomarem as negociações. Ela ainda acrescentou: "Aguardamos pela retomada dessas negociações o mais rápido possível."  "O que estamos tentando conquistar não é fácil, mas eu acredito que pode ser feito", disse Rice. "Nós precisamos muito que o foco de todos seja a paz", declarou. Sobre o alto número de baixas entre civis, Rice limitou-se a dizer que "precisa haver um grande esforço para que vidas inocentes sejam preservadas".

Tudo o que sabemos sobre:
Mahmud AbbasPalestinaIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.