Líder supremo do Irã chama de 'estúpido' limite a mísseis pretendido pelo Ocidente

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse neste domingo que as expectativas do Ocidente de que a República Islâmica limite seu programa de mísseis são "estúpidas e idióticas".

Reuters

11 Maio 2014 | 12h14

O aiatolá também conclamou a Guarda Revolucionária do país a produzir mísseis em massa.

Os Estados Unidos e seus aliados têm dito que estão preocupados com o programa de mísseis do Irã, temendo que os armamentos poderiam carregar ogivas nucleares. O Irã há tempos nega qualquer plano para desenvolver armamentos atômicos.

"Eles esperam que nós limitemos nosso programa de mísseis enquanto eles constantemente ameaçam o Irã com ações militares. Portanto, essa é uma expectativa estúpida e idiótica", disse Khamenei, durante uma feira aeronáutica da Guarda Revolucionária, segundo a agência de notícias IRNA.

"Os guardas revolucionários definitivamente deveriam levar adiante seu programa e não ficar satisfeitos com seu nível atual. Eles devem produzir em massa. Esse é o principal dever de todos os oficiais militares", disse Khamenei.

(Por Mehrdad Balali)

Mais conteúdo sobre:
IRA MISSEIS AIATOLA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.