Líder supremo do Irã rejeita oferta de diálogo direto com EUA

A maior autoridade do Irã, aiatolá Ali Khamenei, rejeitou nesta quinta-feira uma oferta de conversação direta com os Estados Unidos feita esta semana pelo vice-presidente norte-americano, Joe Biden, afirmando que não resolveria os problemas entre as partes, noticiou a mídia iraniana.

Reuters

07 de fevereiro de 2013 | 08h35

"Algumas pessoas ingênuas gostam da ideia de negociar com a América, porém, negociações não vão resolver os problemas", disse Khamenei em discurso a oficiais e membros da força aeroespacial iraniana, de acordo com a agência Irib.

"Se algumas pessoas querem que o regime da América seja estabelecido novamente no Irã, a nação vai se levantar para encará-las", disse.

(Reportagem de Marcus George)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAEUAREJEITADILOGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.