Liga Árabe e Egito declaram apoio a rebeldes líbios

A Liga Árabe e o Egito declararam apoio aos rebeldes da Líbia nesta segunda-feira, depois que os defensores do regime de Muammar Gaddafi foram obrigados a se abrigar em poucas bases restantes na capital Trípoli.

REUTERS

22 de agosto de 2011 | 17h31

"O chefe da Liga Árabe, Nabil Elaraby, oferece sua total solidariedade aos esforços em andamento sob a liderança do Conselho Nacional de Transição", disse a Liga, sediada no Cairo, em comunicado.

Essa foi a primeira vez que a organização reconheceu formalmente o conselho rebelde. O Egito também disse que apoia a nova liderança líbia.

"O Egito reconheceu o novo sistema da Líbia e seu líder legítimo representado pelo Conselho Nacional de Transição da Líbia", disse o chanceler Mohamed Kamel Amr em comunicado.

Amr disse que as premissas do representante permanente líbio na Liga Árabe agora serão entregues ao conselho rebelde.

A Liga Árabe suspendeu a Líbia depois que forças leais a Gaddafi iniciaram uma repressão contra os rebeldes que iniciaram manifestações contra o regime em fevereiro.

Posteriormente, a Liga apoiou a implantação de uma zona de exclusão aérea sobre a Líbia imposta por potências ocidentais, uma medida histórica levando em conta a oposição árabe à invasão do Iraque em 2003 liderada pelos EUA.

(Reportagem de Omar Fahmy e Marwa Awad no Cairo)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAARABESAPOIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.