Liga Árabe se reúne para definir posturas frente a Israel

Reunião ocorre para coordenar postura do premiê israelense em relação à criação de um Estado palestino

Efe

11 de abril de 2009 | 10h23

Os ministros de Exteriores de seis membros da Liga Árabe iniciaram neste sábado, 11, uma reunião na Jordânia para apoiar o processo de paz do Oriente Médio e definir posturas frente ao novo Governo de direita israelense.

 

Participam da reunião representantes da Arábia Saudita, Jordânia, Egito, Catar, Autoridade Nacional Palestina (ANP) e Líbano, além do secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa.

 

Fontes ligadas à reunião disseram que, a princípio, estava prevista a participação do ministro de Exteriores sírio, Walid al-Moualem, mas, no final, ele não foi, porque tinha programada antes uma visita ao Irã.

 

A reunião ocorre em resposta a um convite do ministro de Exteriores jordaniano, Nasser Yudeh, para coordenar a postura árabe frente ao novo Executivo israelense do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que se opõe à criação de um Estado palestino.

 

O ministro de Exteriores israelense, o ultradireitista Avigdor Lieberman, declarou recentemente que seu Governo não está vinculado ao processo de paz iniciado em Annapolis (EUA) em novembro de 2007, e que as negociações com os palestinos estão em ponto morto.

 

A reunião de hoje busca dar um impulso à iniciativa árabe, proposta em 2002 pela Arábia Saudita, que defende a paz com Israel em troca dos territórios que ocupou na Guerra dos Seis Dias (1967), ou seja, as Colinas do Golã sírios, Cisjordânia, Gaza e Jerusalém Oriental.

Tudo o que sabemos sobre:
Liga ÁrabeIsraelPalestina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.