Mahmoud Abbas vai para Moscou para conversar com Putin

Temas da conversa serão o papel do Quarteto para o Oriente Médio e a conferência internacional de paz

Efe,

28 Julho 2007 | 06h28

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, viajou neste sábado, 28, à Jordânia, de onde se dirigirá à Rússia para se reunir com o presidente Vladimir Putin, no domingo.   "Os temas centrais da conversa serão o papel do Quarteto para o Oriente Médio e a conferência internacional de paz para a região proposta pelo presidente americano, George W. Bush, e que possivelmente será realizada em setembro", disse à agência Efe o porta-voz do Governo palestino, Riad al-Maliki.   Segundo Maliki, Abbas não deve se reunir com nenhum dirigente jordaniano em Amã. O seu retorno a Ramallah está previsto para terça-feira.   O Quarteto para o Oriente Médio é formado por Estados Unidos, União Européia, Rússia e ONU. O seu propósito é aplicar um plano que propõe a criação de um Estado palestino ao lado do israelense.   O presidente Bush, em 16 de junho, convocou uma conferência internacional como "plataforma de apoio para os palestinos moderados e aos israelenses", a fim de alcançar uma solução de dois Estados.   Desde os violentos confrontos de junho, as forças leais ao presidente Abbas controlam a Cisjordânia, enquanto o Hamas tem o controle de Gaza.   Abbas tem se reunido nas últimas semanas com líderes israelenses e internacionais para obter apoio para seu governo e a criação de um Estado palestino, além de discutir a situação em Gaza.   A Rússia transferiu US$ 10 milhões à Autoridade Nacional Palestina em maio de 2006, quando o presidente Putin disse que seu país sempre foi "um amigo fiel e conseqüente do povo palestino".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.