Mais 36 refugiados palestinos partem para o Brasil

Grupo é parte do contingente de 108 pessoas que deixou Iraque para viver em campo na Jordânia

Agência Estado e Associated Press,

04 de outubro de 2007 | 19h46

Trinta e seis palestinos que fugiram do Iraque para a Jordânia e viveram por mais de quatro anos em um campo refugiados no deserto voaram com destino ao Brasil nesta quinta-feira, 4, informou a agência da refugiados das Nações Unidas (UNHCR, na sigla em inglês).  Os refugiados fazem parte de um grupo de 108 palestinos que escapou para a Jordânia em 2003, quando ocorreu a invasão americana do Iraque. Eles foram alojados no campo de refugiados de Ruweishid, 350 quilômetros ao leste da capital da Jordânia, Amã.  Um primeiro grupo de 35 palestinos chegou ao Brasil no final de setembro. A porta-voz da UNHCR na Jordânia, Rana Sweiss, disse que o segundo grupo, com 36 palestinos, partiu de Amã na noite desta quinta-feira com destino ao Brasil. A Embaixada do Brasil na Jordânia confirmou que o grupo já partiu para o Brasil, em um vôo com escala em Paris. Mais de 2,5 milhões de iraquianos fugiram do país, a maioria nos últimos dois anos, quando aumentaram os combates dos insurgentes contra os americanos e a violência fratricida entre os grupos étnicos e religiosos. O Brasil tem um grande comunidade de pessoas com ascendência árabe, cerca de 12 milhões de habitantes, a maioria de origem libanesa e síria. O país concordou em receber 108 palestinos de Ruweishid, que serão alojados nos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.