Marinha dos Estados Unidos salva pescadores iranianos após incêndio

Oito pescadores iranianos foram resgatados de barco em chamas no Mar Árabe nesta quarta

REUTERS

20 de agosto de 2010 | 20h52

Um navio do grupo da Marinha norte-americana Harry S. Truman resgatou oito pescadores iranianos de um barco em chamas no Mar Árabe, fornecendo comida, água e roupas novas antes de entregá-los a um navio da Marinha iraniana dois dias depois, informou a Marinha dos Estados Unidos nesta sexta-feira, 20.

O incêndio no barco dos pescadores foi visto na quarta-feira e dois helicópteros do esquadrão do grupo de navios foram enviados para resgatar os pescadores, que haviam abandonado seu barco e estavam em um bote salva-vidas.

Os iranianos foram levados de helicóptero até o porta-aviões Harry S. Truman, onde foram examinados por médicos para checar se não estavam gravemente feridos. Eles receberam permissão para ficar no navio enquanto autoridades do Irã organizavam seu resgate. Eles foram transferidos na sexta-feira com um pequeno barco para o navio iraniano AKL Chiroo.

Os Estados Unidos e o Irã não mantêm relações diplomáticas formais desde a Revolução Islâmica de 1979, no Irã. O relacionamento entre os dois países permanece frio nos últimos anos, com Washington liderando as pressões internacionais para aplicar sanções contra o Irã por causa de seu programa nuclear.

Embora o Irã afirme que seu programa nuclear seja apenas para o desenvolvimento de energia, Washington insiste que Teerã tem a intenção de buscar armas nucleares.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãEUAMarinhabarcoresgateMar Árabe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.