Miliciano do Hamas é morto e 10 ficam feridos

A ofensiva israelense deixou oito civis feridos

10 de fevereiro de 2008 | 06h13

Um miliciano do grupo islâmico Hamas morreu e outras dez pessoas ficaram feridas em vários ataques da Força Aérea israelense contra diferentes posições na Faixa de Gaza . O chefe do serviço de urgências do Ministério da Saúde em Gaza, Moawiya Hasanin, disse que entre os feridos pelos ataques aéreos israelenses há oito civis. O miliciano do Hamas morreu em um dos ataques aéreos contra um grupo de milicianos na localidade de Rafah, no sul de Gaza. Médicos no hospital de Rafah identificaram o falecido como Mohammed Imteri, miliciano do braço armado do Hamas, as "Brigadas de Ezedin al-Qassam", enquanto outros dois ativistas do grupo islâmico ficaram feridos. Segundo testemunhas, a ofensiva foi iniciada pouco depois que um grupo de milicianos disparou foguetes e bombas de Gaza contra comunidades próximas do sul de Israel. Um dos foguetes lançados ontem desde a faixa caiu no jardim de uma casa da cidade israelense de Sderot, ferindo gravemente uma criança de 8 anos e seu a irmão de 19, que foram internados em um hospital próximo. As testemunhas palestinas em Gaza disseram que após esse fato, caças-bombardeiros F-16 israelenses dispararam um míssil no sul da Cidade de Gaza que provocou uma potente explosão e sérios danos materiais em um prédio.

Mais conteúdo sobre:
gaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.