Miliciano do Hamas é morto por força aérea Israelense em confronto em Gaza

Nos enfrentamentos, palestinos de Gaza dispararam sete foguetes Qassam contra o sul de Israel

Effe

06 de janeiro de 2008 | 03h50

Um islamita do Hamas morreu neste domingo no norte da Faixa de Gaza durante os confrontos registrados na região entre milicianos palestinos e o Exército israelense Durante esses enfrentamentos, palestinos da Faixa de Gaza dispararam sete de seus foguetes Qassam contra o sul de Israel (e 13 nas últimas 24 horas), um os quais causou um ferido e sérios danos a vários carros na cidade vizinha de Sderot. Pouco depois da queda dos sete Qassam, a Força Aérea israelense matou esta noite um integrante do Hamas na localidade de Beit Hanoun, no norte da Faixa de Gaza, segundo fontes da segurança. Outros três milicianos ficaram feridos. Fontes policiais e hospitalares disseram que alguns moradores se desesperaram com a explosão de um dos projéteis no centro da cidade, situada a 4 quilômetros de Gaza, sob controle dos islâmicos do Hamas. Sexta-feira um dos foguetes caiu no quintal de uma casa e feriu um jovem de 17 anos, que foi levado para o hospital Barzilai da cidade de Ashkelon. O líder político do Hamas, Haled Mashal, afirmou neste domingo em Siris, onde vive, que o movimento rejeitou uma proposta européia para negociar uma trégua com Israel. Israel também desprezou há mais de uma semana, em meio ao aumento da violência, a oferta de uma trégua feita pelo deposto primeiro-ministro Ismail Haniyeh, chefe do Hamas em Gaza. Os ataques palestinos foram represálias por operações do Exército e da aviação israelenses, nas quais quinta-feira e sexta-feira morreram 11 milicianos e civis de Gaza. Dezenas de pessoas ficaram feridas.

Tudo o que sabemos sobre:
GazaJerusalémmilicianoHamas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.