Militante é morto em explosão de carro em Gaza, dizem médicos

Um carro explodiu na Faixa de Gaza na quarta-feira matando um militante pertencente a um grupo islâmico palestino, informaram fontes médicas. Uma segunda pessoa ficou gravemente ferida.

REUTERS

17 de novembro de 2010 | 16h09

Autoridades do movimento islâmico Hamas, que controla o território, afirmaram que a explosão foi causada por um ataque aéreo realizado por Israel. Uma porta-voz militar israelense disse estar apurando a informação.

Fontes médicas identificaram o morto como um importante integrante do Exército de Islã, um grupo cuja agenda da jihad global, ou guerra santa, é a mesma da Al Qaeda.

O Exército de Islã é um rival do Hamas, mas os grupos se uniram em 2006 no sequestro de um soldado israelense em território judeu. A aliança, no entanto, foi rompida.

No início deste mês, Israel já havia atacado outro militante do grupo.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDGAZAATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.