Ministro alemão faz visita surpresa ao Afeganistão

Parlamento alemão deve submeter à votação este ano a prorrogação do mandato do país e o aumento do efetivo

Efe,

25 de julho de 2008 | 06h30

O ministro de Assuntos Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, chegou esta manhã ao Afeganistão em uma visita de "vários dias" e que não constava em sua agenda "por motivos de segurança", informou seu Departamento. Espera-se que Steinmeier, que visita a localidade de Herat (oeste do país), analise os avanços obtidos no restabelecimento do sistema de água potável a cargo do contingente alemão. Esta é a terceira visita do chefe da diplomacia alemã ao Afeganistão, onde seu governo tem 3.500 soldados na Força para a Assistência à Segurança no Afeganistão (Isaf), sob comando da Otan. O Parlamento da Alemanha submeterá à votação este ano a prorrogação do mandato alemão e o aumento de mil efetivos proposto pelo ministro da Defesa, Franz Josef Jung, que superaria o limite inicial de 3.500 soldados fixado pelo Bundestag. O Ministério de Assuntos Exteriores investiu 3,6 milhões de euros no Afeganistão entre 2000 e 2007, e espera-se que a ajuda suba este ano com 800 mil euros adicionais. O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, pediu na quinta-feira em Berlim, em um grande discurso para mais de 200 mil pessoas, um maior compromisso militar da Alemanha no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoAlemanhavisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.