Ministro do Petróleo da Líbia deserta do regime Gaddafi-fonte

O ministro do Petróleo da Líbia, Omran Abukraa, está na Tunísia, depois de decidir não voltar à Líbia, após uma viagem ao exterior, disse neste sábado uma fonte oficial na Tunísia, no que seria a terceira aparente deserção de uma figura importante com o governo de Muammar Gaddafi.

REUTERS

20 de agosto de 2011 | 12h04

"O ministro do Petróleo da Líbia, Omran Abukraa, não retornou à Líbia após a sua missão na Itália e escolheu para encurtar sua viagem e ir para a Tunísia", disse a fonte à Reuters.

A informação, se confirmada, sugere que mais figuras do alto escalão estão desertando do governo Gaddafi desde os rebeldes tomaram a cidade de Zawiyah, que isola Trípoli do mundo exterior.

Um alto funcionário da segurança, Abdullah al-Nasser Mabruk, voou para o Cairo a partir de Tunis na segunda-feira com sua família. Os rebeldes dizem que Abdel Salam Jalloud, ex-segundo no comando de Gaddafi, que tinha perdido a simpatia do coronel, desertou sexta-feira.

Abukraa representou a Líbia na última reunião da OPEP em junho, após o ministro anterior do petróleo de Tripoli, Shokri Ganem, também desertou depois de muitos anos ao lado de Gaddafi e disse que apoiava a revolta de derrubá-lo.

(Reportagem de Tarek Amara)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIADESERCAOPETROLEO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.