Ministro israelense não vê acordo com palestinos em breve

Um acordo de paz entre Israel e ospalestinos não será selado por ao menos três a cinco anos,afirmou o ministro da Defesa israelense, segundo um jornal dopaís. A edição do diário Yedioth Ahronoth afirmou nestasexta-feira que, em conversas privadas, o ministro Ehud Barakdisse que a idéia de se chegar a um acordo com os palestinos nocurto prazo seria uma "fantasia". Ele também disse que Israel não vai se retirar daCisjordânia ocupada antes de encontrar uma solução para osataques com foguetes de palestinos, "algo que levará entre trêse cinco anos". Segundo Barak, ele não aprovará a retirada de postos decontrole da Cisjordânia, apesar das garantias dadas esta semanapelo premiê Ehud Olmert ao presidente palestino, Mahmoud Abbas,de que alguns deles seriam removidos. Para o ministro, os encontros de Olmert com Abbas nãolevarão a um acordo de paz final. "O que vai determinar a situação no final das contas é seAbu Mazen (Abbas) e (o primeiro-ministro palestino) SalamFayyad são capazes de implementar alguma coisa na Cisjordânia",disse Barak.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.