Ministro israelense propõe ilha artificial em Gaza

Projeto pode servir de solução de longo prazo para o envio de suprimentos ao enclave palestino

JEFFREY HELLER, REUTERS

30 Março 2011 | 10h33

JERUSALÉM - Israel está considerando a construção de uma ilha artificial com portos marítimos e aéreos próximo à Faixa de Gaza como solução de longo prazo para o envio de suprimentos ao enclave palestino, controlado pelo Hamas, informou o ministro de Transportes.

Yisrael Katz disse nesta quarta-feira, 30 à emissora de rádio Army Radio querer uma força internacional para controlar a ilha por "ao menos 100 anos". A carga seria enviada a Gaza através de uma ponte de 4,5 quilômetros de comprimento, monitorada por um posto de controle para impedir o tráfico de armas.

"O Exército israelense continuaria o bloqueio naval, mas de forma mais localizada", afirmou.

Katz disse que havia apresentado o projeto ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que por sua vez pediu a elaboração de um plano. O projeto já "está sendo analisado há muitos meses" por especialistas, afirmou Katz.

Um porta-voz da Autoridade Palestina, sediada na Cisjordânia, descreveu a ideia como sendo "pura fantasia" e uma tentativa de Israel para "desviar a atenção dos verdadeiros problemas em Gaza decorrentes do cerco israelense".

O porta-voz do Hamas acusou a iniciativa de ser "um esforço israelense para... internacionalizar" o bloqueio.

Israel e seu vizinho Egito fortaleceram o bloqueio de Gaza depois que integrantes do Hamas, contrários à paz com o Estado judeu, tomaram o controle do território em 2007, antes mantido por forças leais ao presidente palestino Mahmoud Abbas, que tem o apoio do Ocidente.

Mais conteúdo sobre:
ORMEDISRAELGAZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.