Míssil de Israel mata militante da Jihad Islâmica em Gaza

Um míssil disparado por um avião israelense matou nesta terça-feira um militante palestino que andava de moto na Faixa de Gaza próximo à fronteira com Israel, disseram o Exército israelense e o grupo militante Jihad Islâmica.

REUTERS

11 de janeiro de 2011 | 15h54

Segundo uma porta-voz do Exército israelense, o ataque aéreo tinha como alvo o militante da Jihad Islâmica, que pretendia realizar um ataque dentro de Israel.

A Jihad Islâmica identificou o militante morto como sendo Mohammed Hajjar, de 24 anos. Segundo o grupo, Hajjar já havia sido ferido na cabeça no final de 2008, durante a ofensiva de três semanas lançada por Israel em Gaza.

O grupo ameaçou uma retaliação e disse em comunicado: "Todas as opções estão abertas na resposta a esse crime de assassinato".

Segundo moradores locais, o ataque aéreo ocorreu ao leste da cidade de Khan Younis, na Faixa de Gaza, e também feriu outro homem que não foi imediatamente identificado.

Militantes palestinos aumentaram seus ataques com foguetes contra o sul de Israel nas últimas semanas, e Israel retaliou com ataques aéreos.

Os líderes do Hamas que controlam a Faixa de Gaza disseram que estão pedindo um cessar-fogo a outras facções militantes, apelo que reflete o receio de que Israel poderia preparar outra ofensiva no território.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDISRAELGAZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.