Morre líder regional da Al Qaeda no Magrebe Islâmico

O grupo de terroristas mortos incluía quatro de nacionalidade líbia e um tunisiano

EFE,

28 de outubro de 2007 | 05h49

Um líder regional da organização terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) que operava na província argelina de Tebessa (leste do país) morreu durante uma operação militar de rastreamento, informa neste domingo, 28, o jornal "Liberté". Segundo a publicação, Hassuna Fearun foi identificado como um dos 14 membros dessa organização que morreram na última quarta-feira, durante uma operação de busca nas montanhosas de Zitun e Mizeb. O grupo de terroristas mortos incluía quatro de nacionalidade líbia e um tunisiano, enquanto outros dois líbios e um tunisiano foram detidos, segundo o jornal. Citando fontes dos serviços de segurança, o "Liberté" afirma também que nas diferentes operações militares de rastreamento efetuadas há duas semanas morreram pelo menos 40 terroristas da AQMI.

Tudo o que sabemos sobre:
TERRORISTASAL QAEDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.