Mulher comete atentado suicida e mata 14 pessoas no Iraque

Segundo fontes, ataque tinha como alvo a sede do Conselho de Salvação da cidade de Miqdadiya

Efe,

07 de dezembro de 2007 | 06h58

Pelo menos 14 pessoas morreram nesta sexta-feira, 7, em um atentado suicida cometido por uma mulher na cidade de Miqdadiya, 40 quilômetros a nordeste de Baquba, capital da província iraquiana de Diyala, informaram fontes policiais. As fontes explicaram que a suicida detonou um cinto com explosivos entre um grupo de pessoas. Além dos mortos, a explosão deixou várias pessoas gravemente feridas. Segundo as fontes, o ataque tinha como alvo a sede do Conselho de Salvação na cidade. Os Conselhos de Salvação são milícias tribais que combatem ao lado do Governo e das tropas americanas, enfrentando os grupos terroristas e os insurgentes, especialmente os ligados à Al-Qaeda. Miqdadiya é um dos pontos fortes da insurgência ligada à organização terrorista. Na quinta-feira, no Iraque, morreram 24 pessoas em vários atentados.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraquemulher suicidaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.