Musharraf pede 'diferenças' sejam superadas no Muharram

Presidente do Paquistão fez o pedido aos sunitas e xiitas do país durante a festa de Ashura

Efe,

19 de janeiro de 2008 | 16h43

O presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, fez um pedido neste sábado, 19, aos sunitas e xiitas do país para que superem suas "diferenças" durante a celebração do mês sagrado do Muharram, quando os xiitas realizam procissões por todo o país. Em sua mensagem à nação por ocasião da festa de Ashura, o 10º dia do mês do Muharram, que será comemorado neste domingo, 20, no Paquistão, Musharraf pediu que os paquistaneses "fortaleçam a paz e a harmonia" do país. "A fraternidade é considerada um importante atributo moral no Islã", lembrou o presidente, entrevistado pela agência estatal APP, que também pediu respeito por todas as "crenças" religiosas. Por ocasião da celebração no domingo da festa de Ashura, as forças de segurança paquistanesas reforçaram as medidas de segurança. Tropas paramilitares se posicionaram nas principais vias por onde devem passar as procissões dos xiitas, que acontecem durante todo o mês, mas que se intensificam no 9º e 10º dias do Muharram. Além disso, oito supostos terroristas que planejavam atentados contra as procissões xiitas foram detidos neste sábado nas cidades sulinas de Hyderabad e Karachi.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoMuharram

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.