Navio com 148 brasileiros que deixaram a Líbia chega à Grécia

Embarcação partiu da cidade de Benghazi na manhã deste sábado, depois de um atraso em decorrência do mau tempo e do mar agitado na costa do país

Estadão.com.br,

27 de fevereiro de 2011 | 10h19

 

SÃO PAULO - O navio com 148 brasileiros que deixaram a Líbia em meio à onda de protestos e violência pelo país desembarcou no porto de Pireu, em Atenas, na Grécia, por volta das 7h20 do horário local (2h no horário de Brasília) deste domingo, 27. No total, segundo a agência AFP, estavam na embarcação 390 pessoas de várias nacionalidades, como filipinos, britânicos, portugueses, holandeses e tunisianos.

 

Os brasileiros são funcionários da construtora Queiroz Galvão, que fretou a viagem. O grupo deve seguir por volta das 8 horas desta segunda-feira, 28, horário local, para o Brasil, em um voo fretado pela construtora, segundo o Itamaraty.

Todos os brasileiros estão bem e não há nenhum relato de atendimento a feridos, segundo o Itamaraty. Fora o grupo de Benghazi, não há mais brasileiros a serem retirados da Líbia, a não ser funcionários da chancelaria do País.

 

O navio partiu da cidade de Benghazi na manhã deste sábado, depois de um atraso em decorrência do mau tempo e do mar agitado na costa do país.

 

O Itamaraty também ajudou os brasileiros dando assistência com a documentação necessária para o desembarque na capital grega e fornecimento da segunda via de passaporte e autorização de retorno ao País. Os brasileiros estão hospedados em hotéis reservados pela construtora.

 

Colaborou Solange Spigliatti.

 

Notícia atualizada às 18h15 do dia 28 de fevereiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.