Netanyahu diz para Abbas rasgar pacto com Hamas

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu ao presidente palestino, Mahmoud Abbas, no domingo para "rasgar" o pacto com o Hamas, dizendo que Israel não irá tomar parte em negociações de paz no Oriente Médio com um governo palestino apoiado pelo grupo islâmico.

Reuters

27 de abril de 2014 | 14h13

Netanyahu também disse que os comentários de Abbas mais cedo no domingo denunciando o Holocausto não podem ser conciliados com a sua aliança com o Hamas.

"O presidente Abbas tem de decidir se ele quer um pacto com o Hamas ou a paz com Israel. Ele não pode falar de ambos os lados de sua boca. Ele não pode abraçar o Hamas e dizer que quer a paz com Israel", disse Netanyahu no programa de televisão dos Estados Unidos "Face the Nation ", de acordo com uma transcrição fornecida pela rede CBS.

"Na verdade, o que eu digo a ele de forma muito simples é o seguinte: presidente Abbas, rasgue o seu pacto com o Hamas, reconheça o Estado judeu, faça a paz. Eu espero que você faça isso. Mas você não pode ter o Hamas e a paz com Israel."

Israel suspendeu as negociações de paz patrocinadas pelos EUA com os palestinos na quinta-feira, depois que Abbas anunciou um pacto de unidade com o grupo palestino rival. O Hamas é visto pelos EUA, a União Europeia e Israel como uma organização terrorista.

(Por Jim Loney)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDNETANYAHUHMAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.