Neva em Bagdá pela primeira vez em quase 100 anos

População acostumada com a guerra e a violência toma as ruas para aproveitar o fenônemo

Efe,

11 de janeiro de 2008 | 17h43

Depois de quase um século, nevou em Bagdá nesta sexta-feira, 11. O estranho fenômeno no Oriente Médio surpreendeu os habitantes da cidade, que não perderam a oportunidade de ver gelo em ruas e calçadas.  Foto: AP Fontes do órgão de observação meteorológica local asseguraram que o fenômeno deve-se ao encontro de duas camadas de ar sobre a capital iraquiana: uma, fria e seca, e outra, temperada e úmida. Em declarações à imprensa, responsáveis pelo órgão revelaram que os termômetros indicavam menos de zero grau em vários pontos do país, e que a neve não tinha caído apenas na capital do Iraque. A curiosidade levou em Bagdá milhares de pessoas às ruas para testemunharem um fato tão pouco comum para os habitantes de uma cidade tão acostumada aos danos da guerra e da violência. Veja TambémMundo esquenta, apesar de La Niña e de neve em Bagdá

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueneve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.